Segurança na web

Projeto que pode proibir Waze no Brasil é aprovado em comissão da Câmara

O projeto prevê a proibição de aplicativos como o Waze no Brasil, que mostram ao usuário onde encontrar blitz e radares no trânsito. O app, que pertence ao Google, oferece rotas e sugestões de caminhos pelo mapa, e uma de suas funções inclui a indicação de onde esses postos estão localizados.

Saiba como acessar o dossiê que o Facebook tem sobre você

Se engana, porém, quem pensa que essas informações são secretas. O Facebook permite que o usuário edite com certa liberdade os detalhes que coleta sobre a sua personalidade. Para ter acesso ao “dossiê”, basta ir até facebook.com/ads/preferences e conferir suas Preferências de Anúncios.

Vírus instala apps maliciosos em iPhones sem que o usuário saiba

A empresa de segurança Palo Alto Networks descobriu uma nova família de arquivos nocivos (malware) que conseguem infectar dispositivos iOS mesmo que eles não tenham sido “destravados”. A empresa deu ao conjunto de arquivos o nome de AceDeceiver.

Polícia Federal prende grupo que administrava o site Mega Filmes HD

O acervo de mais de 150 mil filmes, seriados e shows gerava um esquema altamente lucrativo, dizem os representantes da PF. O casal responsável por gerenciar o esquema conseguia até R$ 70 mil por mês graças à publicidade exibida na página e sobre os vídeos, que era a principal forma de monetização do serviço.

Hackers vazam quase 10 GB de dados do site de traição Ashley Madison

Um grupo de criminosos que se autodenomina “Impact Team” vazou um pacote de 9,6 gigabytes de dados do site de traição Ashley Madison. Os arquivos incluem dados de transações financeiras, credenciais de acesso (endereço de e-mail e senha criptografada) e diversos dados cadastrais dos usuários.

USO DO WHATSAPP NO TRABALHO PODE DAR DEMISSÃO; VEJA REGRAS E RISCOS

Segundo um advogado com a popularização do WhatsApp aumentou o número de ações trabalhistas na Justiça. Isso principalmente porque é cada vez mais comum que os profissionais, depois do horário do expediente, continuem sendo acionados pelo empregador para resolver questões do trabalho por meio do aplicativo. “As conversas fora do expediente de trabalho podem servir de prova e, dependendo do caso, a